Assim é que se faz

A qualidade do polvilho Ourense é resultado do processo de produção artesanal. Nesse processo os agentes são o sol e o vento. A posição geográfica do município garante clima ameno com sol brando e vento suave nos meses de inverno. Os polvilheiros costumam dizer que o melhor polvilho é aquele produzido nos meses que não tem “r“. Secando lentamente o polvilho ganha qualidade. Sendo assim, a natureza torna-se a principal aliada da indústria polvilheira.

Para fabricar o polvilho são necessárias pelo menos sete etapas:

1. Lavagem e descascagem da mandioca

Esse processo é realizado simultaneamente, lavando e descascando através de um condutor que realiza a operação retirando a terra e toda a casca possível.

2. Moagem da mandioca

Depois de lavada e descascada a mandioca é levada através de um condutor para dentro de um ralo com água contínua.

3. Separação do polvilho e do resíduo da mandioca

Depois de ralada a mandioca é bombeada. O composto (água e amido) vai para as máquinas que processam a separação entre o amido (polvilho) e o resíduo (massa). Seguem então em direções opostas: o polvilho para a decantação e a massa para caixas de cimento de onde é distribuida para alimento animal.

4. Decantagem

Separado da massa o polvilho é conduzido para o tanque de decantação. Ali é separado da água e deposita-se no fundo do tanque. A água é retirada e bombeada para um terreno alto, marcado por curvas de nível. Esse processo, ao mesmo tempo em que evita a poluição dos rios, fertiliza o terreno.

5. Fermentação

A fermentação acontece nos tanques, onde o polvilho é coberto por uma camada de água de 15cm, permanecendo assim por, no mínimo, 15 dias. Para se fabricar o polvilho doce basta retirá-lo após a decantação e colocá-lo para secar.

6. Secagem

Depois de fermentado, o polvilho é retirado do tanque em forma de pedras e jogado no triturador onde é quebrado em partes menores, facilitando o manuseio. A secagem é feita em jiraus de tela ou bambu. Sobre eles são estendidos panos onde o polvilho é esparramado. A secagem só é realizada de forma perfeita através da luz solar.

7. Embalagem

Depois de seco o polvilho é peneirado. Em seguida passa por um misturador onde é refinado e misturado. Passa ainda por uma última peneiragem, ainda mais fina, para retirar impurezas menores. Embalado em sacos de 25 kg está pronto para o consumo.

× Obter uma cotação